Vale a pena operar mini dólar?

O mercado financeiro

Antes de contar minha experiência e lhe dizer se vale a pena operar mini dólar, preciso lhe contar um pouco de minha trajetória. Embora minha experiência no mercado financeiro seja recente, o que passo a descrever aqui pode lhe ser útil. Não vou ficar no papinho tipo estou aqui para lhe poupar tempo.

Acredito que qualquer pessoa tem a capacidade de aprender sozinho e vou além, ainda é o melhor caminho, que embora muito prazeroso é mais árduo e requer paciência. Se este é seu caso, saiba que existe material suficiente na internet para você aprender gratuitamente, inclusive neste blog e no meu canal no YouTube. Por outro lado, outras pessoas não possuem tempo e precisam ser mais rápidas. Nada contra, os dois tipos tem suas motivações que envolvem tempo e dinheiro.

Meu primeiro contato com o mercado financeiro foi em 2018, mas o suficiente para entender que aquilo era para mim … uma paixão a primeira vista, uma fusão entre homem e máquina, entre tecnologia e ambição. Tudo se encaixava comigo, afinal eu sou Doutor com Pós-Doutorado em Ciências de muita física e matemática e, logo pensei, vou aplicar estatística aqui, mas isto será contado mais a frente.

Quando iniciamos, logo percebemos que o mercado financeiro é uma verdadeira ciência com regras próprias e assim assisti todos os vídeos possíveis e diversos cursos gratuitos, mas admito, nenhum pago. Como a maioria, comecei com análise gráfica e logo percebi que faltava alguma coisa. Minha mente trabalha muito rápido assim como tomo decisões, acelerado e agressivo, um verdadeiro velocista.

Tomei mesmo gosto pelo trade no curso gratuito da Scalper Trader do mestre André Antunes, o qual fiz e refiz mais vinte vezes. Bom, existem diversos outros, mas o André te disponibiliza o Scalper Drills, uma ferramenta de operacional assistido.

Neste instante eu já conhecia a análise gráfica e o básico do Tape Reading. Então me sentia pronto, porém por curiosidade comecei a explorar novas técnicas, como operações sem stop e preço médio para trás, uma verdadeira maravilha!

Não me diga que não é ganancioso, pois todo mundo é, você apenas precisa aprender a conhecer e controlar (Assista este vídeo abaixo). Como qualquer um, não queria perder uma só operação e passei a acreditar que “Stop Loss” era coisa para covardes.

Onde está sua ganância?

Com apenas R$ 3.000,00 de capital, abri uma conta na corretora genial e passei a operar sem stop loss fazendo preço médio pra trás. Boquiaberto, apenas uma semana foi o suficiente para perder metade do capital investido e estava arrasado. O restante foi quase todo perdido em outras poucas semanas.

Nada fazia sentido, todas minhas operações acabavam contra. Onde estava a lógica daquilo tudo? Minha esposa havia falado: Isto é golpe! Eles sabem que você está atrás da tela. Obviamente, uma metáfora, mas foi o que realmente parecia, “Não vale a pena operar mini dólar”.

Naquele momento pensei, ainda vale a pena operar mini dólar? A resposta foi não, mas percebi coisas muito importantes. Primeiramente, eu havia treinado por meses no simulador como se tivesse milhões para operar. E segundo, o desuso do Stop Loss e a prática do preço médio pra trás me faziam acreditar que o preço sempre retornaria ao meio da balança.

Havia percebido uma das verdades absolutas, operar com preço médio pra trás e sem Stop Loss somente é possível se você tem muito dinheiro na conta e opera muito pequeno. Tente o contrário e você não durará uma semana na bolsa. Eu até podia operar muito pequeno mas eu nunca tive muito dinheiro.

Para saber se vale a pena operar mini dólar desta maneira, é necessário realizar a seguinte pergunta? Você tem muito dinheiro? Se sim, qual sua motivação para operar tão pequeno. Se não, como você suportará quando o preço vier contra você. Tudo isto, porque você não suporta perder ou porque não sabe operar ou porque foi iludido a pensar que gerenciamento de risco é apenas limitar uma valor diário de perda máxima (assistiu o vídeo acima?).

Por último, eu ainda baseava minhas decisões em gráficos de Renko e indicadores como Médias móveis, Trend Quality, Bull Power, MACD e mais uma verdadeira parafernália de coisa que apenas serviam para poluir minha tela. E olha que nunca usei candlestick, mas parece ser muito pior. O Renko até é interessante, mas para tomar decisões? Desculpe se estou magoando alguém, mas é meu ponto de vista. Acredito que devemos utilizar gráficos, mas em uma segunda tela, de modo que não seja o foco para a tomada de decisão. Dos indicadores acima, ainda usei por algum tempo o Bull Power e ainda deixo o Trend Quality no gráfico de 8 pontos. O problema é que os gráficos te mostram touros e ursos fantasiosos e te geram ansiedade desnecessária.

Precisando de tantas informações, na verdade eu estava operando puramente análise gráfica com muitos indicadores atrasados. Minha tela era um mero disfarce de Tape Reading.

Não se engane, alguns traders profissionais que operam Tape Reading na verdade estão operando análise gráfica disfarçada. Por outro lado, existem alguns verdadeiros traders profissionais como André Antunes, Alisson Correia e Ródnei Dias. Sem problemas em dar-lhes o crédito, afinal 50% do meu aprendizado foi indiretamente com eles, simplesmente mastigando as centenas dos vídeos de cada um … mas fui muito além. Não estou puxando o saco, mas os caras são realmente muito bons. O que importa é que para saber se vale a pena opera mini dólar, você precisa acreditar em alguém.

Virando a página

Vale a pena operar mini dólar com análise gráfica e indicadores, nada contra, mas comigo nada disto me ajudou na conta real. Até ouço muitos dizendo que análise gráfica é essencial, mesmo operando Tape Reading, mas eu resolvi apostar diferente.

Retirei o pouco que sobrou da corretora e passei para o simulador. Agora passava a treinar da forma correta, considerando margem de perda diária e pouco dinheiro e bloqueio nas operações quando a margem é ultrapassada. Tudo tinha que parecer real. Naquele momento, as principais ferramentas de minha tela operacional eram Volume At Price (VAP), SuperDOM, Book de Ofertas e Times and Trades.

Mas acostumado com gráficos, tudo parecia muito difícil. Além disso, o Times and Trades exigia uma leitura de milissegundos, impossível de acompanhar, e o book de ofertas nunca me garantia uma só entrada segura. Minha taxa de assertividade continuava baixa. Observei que a única ferramenta que realmente fazia sentido era o VAP, que nada mais é do que um super resumo do Times and Trades.

O VAP realmente é minha ferramenta mais importante e se você observar apenas possui preço e volume. Preço e volume são as únicas coisas que o mercado realmente te entrega, daí, comecei a focar apenas no preço e no volume nas ferramentas Times and trades e Book de ofertas, ou seja, deixei minha tela cega, sem players e isto fez uma enorme diferença.

No SuperDOM há um bloco de anotações que comecei a usar, anotando memórias do preço como máximas, mínimas, aberturas, fechamentos e ajustes para até três dias passados. Foi quando percebi que os preços no VAP com muita frequência acumulavam justo nestes preços.

A célebre frase de Warren Buffet “No mundo dos negócios, o espelho retrovisor é sempre mais claro que o para-brisa” caiu como uma luva e tornou-se meu lema. Os rastros obviamente eram meu retrovisor. Pela primeira vez tudo fazia sentido e eu estava pronto para a guerra porque encontrei algo que me dizia que vale a pena operar mini dólar.

Mas tudo era muita cansativo, eu precisava de memórias muito acima de três dias e as anotações manuais no bloco de anotações do SuperDOM acabavam mesmo no papel. Foi quando decidi automatizar estas anotações parindo minha inseparável e mais poderosa ferramenta, batizada de Nextpoints – um super bloco de anotações de memória de mercado.

Hoje, o Nextpoints é o espelho retrovisor que me autoriza a operar com mais confiança e atitude. Na verdade, quando você passa a entender o mercado, você acaba por substituir aquela do click instintivo por mais pragmático e simples, ou seja, você passa a pensar muito mais rápido do que clica.

Sem gráficos ou indicadores atrasados estou sempre a frente do movimento, e mantendo uma taxa de assertividade acima de 65% e aumentando. O Nextpoints não faz milagres porque é o trader quem está no volante. Desta forma, posso afirmar que uma vez compreendido que o mercado do dólar é caótico, torna-se possível deixar tudo mais simples simplesmente adaptando espontaneamente cada situação.

Desta forma, posso finalmente dizer que sim, vale apena operar mini dólar e pensar um dia viver disto.

Descubra o Nextpoints

Organize-se no caos. Torne Seus Trades Simples e Lucrativos com adaptação espontânea as adversidades e gerenciamento de risco day trade!

Uma outra pergunta que sempre me fiz é vale a pena operar mini dólar ou mini índice, mas isto deixo para discutir em outro momento.

Mesmo assim, o seu sucesso depende apenas do seu esforço e dedicação.

Quer saber mais sobre o Nextpoints e tornar seu trades simples? Entre em contato conosco!

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *